31/07/2015

Reúso de água é tema de curso

Com a finalidade de capacitar técnicos em diversos aspectos do reúso controlado de águas, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES/RN) promove o curso Reúso de Água, em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte (Crea-RN). Realizado no auditório do Crea-RN, o curso começou ontem e termina nesta terça-feira, 14 de julho.

Dirigido a profissionais do setor de saneamento e meio ambiente, estudantes de pós-graduação, técnicos de órgãos públicos ou empresas privadas, o curso abordou temas como: história do reúso de água no Brasil, os estudos, pesquisas, aplicação, resultados, os conceitos básicos, formas de reúso e a importância. Além disso, eles puderam saber mais sobre o tratamento de esgotos para o reúso controlado da água, aspectos sanitários (riscos à saúde) do reúso da água, aspectos institucionais e legais e aspectos técnicos do uso controlado de esgotos tratados em irrigação.

Na opinião do engenheiro civil, doutor em recursos naturais e professor da UFRN, Cícero Onofre, se o poder público tivesse investido em um plano de reúso da água hoje a população não estaria sendo afetada com a falta de água. “O que existe na verdade é uma crise ambiental. A crise hídrica é apenas uma parte dela. Os estudos no Brasil sobre reúso da água se intensificaram na década de 70, mas devido às barreiras culturais, estruturais e políticas ainda não foi possível implantar um sistema de reúso efetivamente”, ressaltou.

Para Cícero Onofre “não há mais como não usar projetos de reúso de água”. Entretanto, o professor Onofre acrescentou que para ser iniciado um projeto desse tipo tem que haver integração de vários órgãos governamentais. “O que existe atualmente são experimentos na UFRN, mas que são conhecidos nacional e internacionalmente pelas pesquisas realizadas e a universidade é reconhecida como polo de conhecimento na área”, destacou.